ABES

http://abes-sp.org.br/components/com_gk3_photoslide/thumbs_big/3333073138u120.jpglink
Home Notícias
Notícias
Ártico sofre mudança recorde causadas pelo aquecimento PDF Imprimir E-mail
Sex, 06 de Janeiro de 2012 15:05

Uma equipe internacional de 121 cientistas detectou mudanças sem precedentes no Ártico, ligadas ao aquecimento global. Entre os aspectos da mudança, estão: degelo, aquecimento das águas e mudança nos padrões de ventos.

Leia mais...
 
África do Sul sediará o primeiro observatório de mudanças climáticas do mundo PDF Imprimir E-mail
Qua, 04 de Janeiro de 2012 14:20

O primeiro observatório de mudanças climáticas do mundo está sendo construído na Cidade do Cabo, África do Sul, pela International Polar Foundation (IPF). O espaço terá como foco fornecer informações científicas sobre o planeta.

Leia mais...
 
Retrospectiva ABES-SP 2011 PDF Imprimir E-mail
Ter, 27 de Dezembro de 2011 09:54

 

A ABES-SP contabilizou muitas conquistas em 2011.

Leia mais...
 
I Seminário Produção mais limpa em Saneamento PDF Imprimir E-mail
Qua, 14 de Dezembro de 2011 18:05

Nos dias 5 e 6 de dezembro foi realizado o I Seminário Produção Mais Limpa em Saneamento, que reuniu autoridades e pesquisadores para: promover discussões para a produção mais limpa entre autarquias, empresas e entidades; realizar trocas de experiências sobre a prática de produção mais limpa aplicada a sistemas de água e esgotamento sanitário; e fomentar as oportunidades de cooperação permanentes entre as instituições e interessados visando a melhoria da qualidade dos serviços de saneamento, das condições ambientais e de saúde pública no país.

Leia mais...
 
Fórum Mundial da Água - Carta de Jaguariúna PDF Imprimir E-mail
Ter, 13 de Dezembro de 2011 16:34

Os participantes do "Seminário Regional de Avaliação do Programa de Educação Ambiental Voltado a Gestão dos Recursos Hídricos", Coordenado pelo Consórcio Intermunicipal das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, denominado "Semana da Água", realizado no município de Jaguariúna-SP, em 02 de dezembro de 2011, após apresentarem as atividades desenvolvidas durante o ano de 2011, e discutir sobre os próximos passos e perspectivas para 2012, abriram um debate especial sobre o "6º Fórum Mundial da Água: Tempo para Soluções", que será realizado em março de 2012 em Marselha - França.

Leia mais...
 
Plano Nacional de Saneamento Básico - PLANSAB PDF Imprimir E-mail
Seg, 12 de Dezembro de 2011 13:48

A Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, está coordenando com o Governo Federal e o Conselho das Cidades (ConCidades) a continuidade do processo de elaboração do Plano Nacional de Saneamento Básico (PLANSAB), conforme determina a Lei 11.445/2007 e a Resolução Recomendada nº 33, de 1º/03/2007, do ConCidades.

Leia mais...
 
Mensagem de Natal ABES-SP PDF Imprimir E-mail
Sex, 09 de Dezembro de 2011 13:14
Leia mais...
 
Seminário realizado pela ABES-SP discute desafios da Universalização do Saneamento PDF Imprimir E-mail
Qui, 08 de Dezembro de 2011 15:32
“Este evento discute um tema fundamental para todos nós e percebemos que é uma demanda urgente da população, porém, as ações ainda não condizem com a demanda que, de fato, precisamos”, apontou Dante Ragazzi Pauli, presidente da ABES-SP – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, durante a abertura do Seminário “Desafios da Universalização do Saneamento: Atendimento Sustentável às Comunidades Isoladas”, realizado nos dias 21 e 22 de novembro de 2011 no auditório do CRQ-IV – Conselho Regional de Química, em São Paulo, SP.
Leia mais...
 
Nova diretoria da APECS suscita necessidade de aliança entre instituições PDF Imprimir E-mail
Sex, 25 de Novembro de 2011 09:49

Por Victor Faverin

 

A APECS – Associação Paulista de Empresas de Consultoria e Serviços em Saneamento e Meio Ambiente comemorou, no dia 9 de novembro, a posse da nova diretoria executiva e conselho administrativo, responsáveis pelo biênio 2011/2013. A cerimônia de transferência de cargos ocorreu no auditório da sede da ABES-SP – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental.

 

Leia mais...
 
Desafios da universalização do Saneamento: atendimento sustentável das comunidades isoladas PDF Imprimir E-mail
Qui, 17 de Novembro de 2011 12:42

Levar água de qualidade, própria para o consumo humano, e fazer com que a universalização do abastecimento de água seja uma realidade no Brasil, é o grande desafio do Saneamento.

As Comunidades Isoladas são loteamentos ou núcleos habitacionais cuja interligação com os sistemas de água, esgotos e coleta de resíduos sólidos das sedes é técnica e/ou economicamente inviável e necessitam de soluções independentes. É preciso desenvolver um “modelo sustentável” que torne possível o acesso dessas comunidades aos serviços de saneamento citados.

Essas soluções utilizam tecnologias disponíveis, normalmente soluções independentes, que funcionam através do apoio e entendimento entre os usuários. Outra característica desses serviços diferenciados de infraestrutura é a demanda por suporte operacional de mais de uma instituição, como: órgãos municipais e estaduais; comunidades envolvidas; parceiros privados; entre outros.

Vários modelos de implantação e gestão de serviços de Saneamento em comunidades isoladas têm sido realizados no Brasil e foram avaliados pelo Banco Mundial. Os resultados estão no estudo denominado: “Estudos e modelos de Saneamento Rural”, em um trabalho realizado em 2010. O principal desafio destes modelos, entretanto, é a conscientização de que é necessário elaborar estratégias diferenciadas que respeitem a identidade natural e social do lugar.

A importância de conhecer essas experiências, a avaliação de alguns modelos de gestão através do destaque dos pontos positivos e negativos dos exemplos avaliados pelo Banco Mundial devem abrir perspectivas e cenários para uma gestão sustentável dos serviços de saneamento no meio rural e na periferia dos centros urbanos.

Embora ainda haja um longo caminho a ser percorrido em busca de disposições ideais para o saneamento de comunidades isoladas, já existem alguns modelos funcionando em estados brasileiros. O nordeste, por exemplo, é um dos maiores pólos de investimento no setor, demonstrando grandes avanços através da implantação de programas que vem ganhando, cada vez mais, notabilidade entre especialistas e instituições ligadas ao Saneamento no país. O Estado do Ceará, por exemplo, adota o modelo SISAR - Sistemas de Integração do Saneamento Rural, que atende aproximadamente 615 comunidades isoladas no Estado, o que totaliza 350 mil habitantes beneficiados com abastecimento de água e sistema de coleta de esgoto. Nesse modelo, a comunidade recebe capacitação e treinamento apropriado para gerir o próprio sistema.

Visando a importância de discutir esse tema, a ABES-SP criou, em 2007, a “Câmara Técnica de Saneamento e Saúde em Comunidades Isoladas”, que desenvolve convênios de cooperação, seminários, oficinas, troca de experiências e tecnologias entre instituições governamentais e não governamentais. “Temos o intuito de discutir tudo que envolve Saneamento e Saúde dessas comunidades, pois a carência é grande e as soluções e a gestão devem ser diferenciadas”, relata Ana Lúcia Brasil, coordenadora da Câmara Técnica de Saúde e Saneamento em Comunidades Isoladas.

Buscando responder à questão: qual será o aporte institucional que garanta a perenidade dos modelos a serem adotados em determinadas situações? A ABES-SP realiza o seminário “Desafio da universalização do saneamento: atendimento sustentável das comunidades isoladas”, entre os dias 21 e 22 de novembro, no CRQ – Conselho Regional de Química, em São Paulo, SP.

Para Hadimilton Gatti, coordenador de Saneamento da Secretaria Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos de São Paulo, a discussão dessa temática se dá em um momento muito importante. “O governo do Estado quer universalizar o sistema de Saneamento do Estado  e nas áreas urbanas temos facilidade de executar essa proposta; entretanto, nas comunidades isoladas, ainda há utilização de fossas”, coloca. “Pretendemos analisar cada uma dessas comunidades e propor soluções que sejam eficazes para adotar o saneamento nessas comunidades”.

O coordenador Hadimilton Gatti informa que um decreto foi enviado para apreciação do governo para criação do Programa de Saneamento em Localidades Isoladas (Propeque) – um modelo de atendimento de serviço de abastecimento de água e esgoto sanitário para comunidades isoladas. “Isso é extremamente importante. A cada 1 real que é investido em Saneamento se economiza 4 na Saúde”, enfatiza.

Ainda, segundo o coordenador, pela grandiosidade do tema, é muito importante que essa questão seja discutida dentro de uma associação como ABES-SP. “Precisamos de sistemas que tenham custo acessível, que sejam eficientes e imediatos para atender estas comunidades e trazer qualidade de vida à população”, salienta.

Ana Lucia Brasil, por sua vez, explica que é muito importante que as opiniões e a experiência de órgãos da área de Saneamento, Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Agricultura, Planejamento, Saúde e Educação, das concessionárias estadual e municipal dos serviços de água, esgoto e lixo, juntamente com os Comitês de Bacias sejam discutidas e possam resultar em diretrizes, programas e ações orientadas para essas comunidades. “A realização desse seminário pretende discutir todos estes temas e elencar todas as ações que se fazem necessárias para vencer os desafios da universalização do Saneamento no Estado de São Paulo”, finaliza.

 
«InícioAnterior701702703704705706707708709710PróximoFim»

Página 701 de 710

Eventos

«   Dezembro 2017   »
dstqqss
     1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
      
Veja mais eventos

Receba nossos informativos

Rua Eugênio de Medeiros, 242 - 6º andar - Pinheiros - 05425-900
São Paulo - SP
Mapa de localização

Tel / Fax: 11 3814 1872 e 11 2729 5510
Fale conosco

ABES-SP - Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental